Comentário sobre a choradeira da vez: Copa do Mundo da FIFA 2014

Muito tem se visto e ouvido a respeito das indignações em torno dos preparativos para a Copa do Brasil de 2014. Todos (generalização por licença estética) desde a dita “Imprensa Golpista” até consagrados filósofos moradores de rua já tiveram seu espaço pra reclamar e esbravejar sobre o tema.
Sem fugir da regra o polêmico Luiz Carlos Prates fez o mesmo num vídeo que não vi por total desinteresse, mas prometo colocar o link aqui quando puder.
Mas o que interessa no texto de hoje, a mim pelo menos, é registrar o comentário do amigo Renato Lyon sobre o tal vídeo e também sobre o tema:

Eu conheço o Prates desde os tempos de RBS, todo dia eu o via falar sobre algo. É um babaca ignorante, sempre foi, mas dá IBOPE e por isso tem sempre uma emissora cretina dando espaço pra ele. Isto posto, vamos analisar algumas coisas:

  1. Foda-se quem vai jogar no estádio. Quando as obras atrasaram, não se sabia quem ia jogar lá. A questão não é quem vai jogar lá, seja quem for, a partida é importante para o torneio tanto quanto qualquer outro jogo é. A questão é que se assumiu um compromisso de sediar esses eventos.
    Ninguém veio aqui no Brasil implorar para que sediássemos esses eventos. Nós é que fomos lá IMPLORAR e competir pelo direito de sediar esse evento. E eu não lembro (se alguém se lembra, por gentileza me diga) de filho da puta nenhum protestando naquela época.
    Veja: uma coisa é protestar pelo excesso de gastos, obviamente superfaturados e etc. Outra bem diferente é querer atrapalhar a realização do evento agora. Não é mais hora, infelizmente. Atrapalhar o desenrolar do evento não atingiria em nada quem está nos roubando e nos prejudicando. Pelo contrário, foderia com a imagem do Brasil no exterior. Seria assinar um atestado de incompetência gerencial e técnica do nosso país. Você escolheria um país que não consegue realizar eventos do tipo pra fazer negócios ou faria negócios com a África do Sul, nosso concorrente direto como emergente e que realizou um bom evento? Percebem?
    Isso não pode ser usado como desculpa. Mas cada coisa e cada cobrança no seu lugar e hora, por favor!
  2. Eu me irrito profundamente quando falam mal da esquerda. Por quê? Porque não é porque o PT tem feito maus governos e é PARTE da esquerda no nosso país que a esquerda seja ruim. É mostrar 1/10 da verdade e tomar ela como o todo.
    A direita (Os Governos Militares inclusos) fodeu nosso país. Por dois motivos. O primeiro é que ela é tão incompetente e rouba tanto quanto a esquerda. Nosso problema com a corrupção é apartidário e cultural. E em segundo lugar, o discurso direitista no Brasil depende de somas vultosas para ser realizado, daí nos vemos nas mãos dos EUA e etc. Porque pegamos empréstimos até pra peidar mais bonito, numa mentira que dura muito pouco e não se sustenta. Ficamos com uma dívida maldita dos tempos de direita.
    Dos males o menor. Que trabalhemos apenas pra contornar e sanar um governo corrupto. Porque trabalhar pra sanar e contornar um governo corrupto e perdulario é demais.

O amigo disse o que disse e eu só pude discordar de uma coisa ao mesmo tempo que atendo a uma reivindicação dele:
EU SOU UM FILHO DA PUTA E PROTESTEI NA OCASIÃO DA “COMPETIÇÃO PARA SEDIAR A COPA”. (aqui…) Mas meu protesto foi rechaçado e taxado de antipatriota, babaca e retrógrado.
Já naquela época eu não via a menor vantagem em sediarmos a Copa justamente por não ser um retardado alienado e saber que tudo envolvendo tal evento seria nada menos que pretexto para desvio de vultosos recursos dos cofres do país a custa do suor de todo tipo de trabalhadores, os honestos e os safados. Os mesmos trabalhadores que certamente estarão ávidos por folgas do trabalho nos dias dos jogos.

Durma-se com essa!